Fechar
Metadados

%0 Journal Article
%4 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/11.26.16.48.40
%2 sid.inpe.br/mtc-m21b/2013/11.26.16.48.41
%F scopus 2013-11
%@issn 0044-5967
%A Araújo, Rosimeire Gonzalez,
%A Andreoli, Rita Valéria,
%A Candido, Luiz Antonio,
%A Kayano, Mary Toshie,
%A Souza, Rodrigo Augusto Ferreira de,
%@affiliation Av. André Araújo, 2936, Campus II, Aleixo, 69060-001, Manaus, AM, Brazil
%@affiliation Universidade do Estado do Amazonas, Escola Superior de Tecnologia, Coordenação de Meteorologia, Av. Darcy Vargas, 1200, Parque 10 de Novembro, 69065-020, Manaus, AM, Brazil
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Universidade do Estado do Amazonas, Escola Superior de Tecnologia, Coordenação de Meteorologia, Av. Darcy Vargas, 1200, Parque 10 de Novembro, 69065-020, Manaus, AM, Brazil
%@electronicmailaddress projetorose@gmail.com
%@electronicmailaddress
%@electronicmailaddress lcandido@inpa.gov.br
%@electronicmailaddress mary@cptec.inpe.br
%T A influência do evento El Niño – Oscilação Sul e Atlântico Equatorial na precipitação sobre as regiões norte e nordeste da América do Sul / Influence of EI Niño-Southern oscillation and equatorial Atlantic on rainfall over northern and northeastern regions of South America
%B Acta Amazonica
%D 2013
%V 43
%N 4
%K EI Niño - Southern Oscillation, Atlantic Equatorial Mode (AEM), Pacific Ocean.
%X Os impactos de eventos anômalos no oceano Pacífico associados ao El Niño-Oscilação Sul (ENOS) na precipitação da região norte e nordeste da América do Sul foram avaliados para o período de 1900 a 2007, fazendo-se uso de análise de composições. Os eventos El Niño (La Niña) no Pacífico que juntamente com um Modo Equatorial no Atlântico (MEA) frio (quente) formam um gradiente interbacias entre o Pacífico e Atlântico foram analisados considerando, separadamente, aqueles para os quais o gradiente se forma na fase inicial do ENOS daqueles em que o gradiente se forma na fase de decaimento do ENOS. Os resultados mostram que o padrão de precipitação na região norte e nordeste da América do Sul é reforçado mediante a configuração do gradiente interbacias durante a fase inicial do ENOS. Nesse caso, uma possível explicação é que o MEA de sinal contrário ao ENOS durante sua fase inicial cria condições favoráveis para o desenvolvimento de um gradiente inter-hemisférico no Atlântico Tropical atuando no mesmo sentido do gradiente interbacias, e colaborando para fortalecer o efeito do El Niño (La Niña) na precipitação. Por outro lado, para os eventos ENOS em que o gradiente se forma em sua fase de decaimento, o impacto na precipitação é mais significativo na região norte e centro-oeste da bacia. Uma possível explicação para essas diferenças está associada às mudanças que ocorrem na circulação atmosférica leste-oeste associada ao gradiente lesteoeste de anomalias da TSM. Os resultados deste estudo podem ser úteis, principalmente, para fins de monitoramento climático. ABSTRACT: The impacts of anomalous events in the Pacific Ocean associated with the El Niño - Southern Oscillation (ENSO) on rainfall over northern and northeastern regions of South America were evaluated for the period from 1900 to 2007 using composite analyses. The El Niño (La Niña) events in the Pacific, that together with a cold (warm) Atlantic Equatorial Mode (AEM) form an interbasin gradient between the Pacific and Atlantic were analyzed considering separately those for which the gradient forms during the ENSO onset phase from those for which the gradient forms during the ENSO demise phase. The results show that the rainfall pattern over the northern and northeastern region of South America is reinforced under an interbasin gradient during the initial phase of the ENSO event. In this case, a possible explanation is that the AEM with opposite sign of the ENSO event in its onset stage creates favorable conditions for the development of an interhemispheric gradient in the Tropical Atlantic acting in the same direction of the interbasin gradient, and collaborating to reinforce the El Niño (La Niña) effect on the precipitation. On the other hand, for ENSO events for which the interbasin gradient forms in the demise stage, the impact on the precipitation is more significative in the northern and central-western regions of the basin. A possible explanation for these differences is linked to the alterations in the east-west atmospheric circulation associated with the east-west gradient of the SST anomalies. The result of this study might be useful mainly for climate monitoring purposes.
%P 469-480
%@language pt
%9 journal article
%3 09.pdf


Fechar